COVID-19. Renovação do estado de emergência vai ao parlamento

Assembleia tem optado pelo sistema de videoconferência em diversas ocasiões fotografia: ALRAA/arquivo

A partir das 9h30 de amanhã a Comissão Permanente (CP) da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA) reúne-se por videoconferência para apreciação da renovação do pedido de autorização do Presidente da República para declaração do estado de emergência.

A CP, que se reúne, quando necessário, para agilizar as funções do parlamento, fora do período normal do funcionamento do plenário, que ocorre uma vez por mês (neste fevereiro terá início no dia 23), é presidida pelo presidente da assembleia e composta pelos vice-presidentes e por deputados de todos os grupos e representações parlamentares.

Amanhã também a Assembleia da República irá debater o mesmo assunto, depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter ouvido os partidos e ficado claro que, a nível nacional, não há consenso.

A renovação da declaração do estado de emergência, através do competente decreto presidencial, não estará, no entanto, em causa e tudo indica que entrará em vigor na segunda-feira, 15 de fevereiro.

MEDIDAS PREVENTIVAS NOS AÇORES

Nos Açores a regulamentação do decreto do presidente Marcelo irá fazer com que as segunda e terça-feiras de Carnaval sejam abrangidas pelas medidas preventivas tomadas pelo governo açoriano e que vigoram entre as 20 horas da próxima sexta-feira e as 23h59 do domingo seguinte.

Houve muita gente que se admirou de tais restrições só irem até ao fim do “domingo gordo”, não se prolongando pelos dois dias seguintes, eles também momentos fortes dos tradicionais festejos carnavalescos.

A regulamentação regional do decreto nacional só pode ocorrer depois deste diploma ser aprovado, como é óbvio, daí ter sido necessário aguardar e como se deu a coincidência de o termo e renovação do estado de emergência ocorrerem a meio do Entrudo ficou a impressão de que haveria critérios diferentes durante o mesmo Carnaval, o que não tinha sentido nenhum.

Portanto, durante todo o período de Carnaval as medidas serão as mesmas, só faltando a publicação da prorrogação da vigência do decreto regulamentar regional, na sequência da aprovação do decreto nacional, que, aliás, deverá ser anunciada amanhã às 10h30, em conferência de imprensa, pelo secretário regional da Saúde e Desporto.

Resumindo, a partir das 20 horas da próxima sexta-feira até à data que amanhã será revelada (provavelmente a Quarta-Feira de Cinzas), não será possível, salvas algumas exceções, circular na via pública entre as 20 e as 5 horas; o comércio estará encerrado, exceto algumas atividades essenciais; os estabelecimentos de restauração, bebidas e similares igualmente, a não ser serviços de “take away” e entrega ao domicílio.

Quaisquer festividades ou ajuntamentos de pessoas em locais públicos ou privados, associados ao Carnaval ou motivados pela época carnavalesca, estão proibidos. |X|

Souto Gonçalves texto

Atlânticoline. Ligações a São Jorge prejudicadas pelo mau tempo

Navio “Mestre Jaime Feijó” à saída do porto da Madalena, Pico, no 4 de fevereiro de 2021 fotografia de Rui Castro

Depois de um mês de janeiro tempestuoso, que obrigou ao cancelamento de um terço das ligações a São Jorge no âmbito da linha verde da Atlânticoline, que abrange a três ilhas do Triângulo dos Açores (Faial, Pico e São Jorge), o mês de fevereiro segue-lhe o exemplo.

Até hoje, contando desde o primeiro dia do corrente mês, ou seja, no primeiro terço de fevereiro de 2021, mais de metade das viagens às Velas foi cancelada, ou seja, oito em 15 programadas.

Na linha rosa, que liga o Porto da Casa, no Corvo, a Santa Cruz das Flores, só se realizou, até agora, metade da operação prevista, isto é, três em seis viagens. |X|

Souto Gonçalves texto

COVID-19. Em dia sem novos casos, duas recuperações no Faial

Fotografia de Esmeralda Rosa

Mais um dia com boas notícias nos Açores sobre a COVID-19, em especial no Faial, onde não se registou, nas últimas 24 horas, nenhum caso positivo e foram dados como recuperados dois indivíduos, o que coloca o concelho da Horta com apenas dois casos ativos.

No arquipélago, de ontem para hoje, há a assinalar nove casos positivos, todos em Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel. Houve 70 recuperações em toda a região.

Dos 13 internamentos nos três hospitais dos Açores há cinco em cuidados intensivos. Entre os restantes oitos internados um encontra-se na Horta, enquanto os dois casos positivos do Faial estão na Matriz e na Praia do Almoxarife. |X|

Souto Gonçalves texto

FAIAL DESENHADO # 2

Fotografia de Rui Bettencourt

A baía de Porto Pim e a sua praia, o Monte da Guia, o Monte Queimado, o Castelo de São Sebastião formam um conjunto patrimonial natural e arquitetónico de rara beleza, constituindo um dos mais importantes pólos de atração turística da ilha do Faial e um espaço de usufruto dos faialenses muito apreciado.

Na fotografia realça-se um dos aspetos mais significativos desse quadro: o portão de Porto Pim e o reduto da patrulha, hoje requalificados.

A pequena praia contígua (em primeiro plano na fotografia), prolongamento do areal de areia esbranquiçada que é elemento central de tão deslumbrante paisagem, passou a ser muito frequentada, após a atividade piscatória ter deixado de ocorrer na rampa empedrada que ali existe.

Este foi foi um dos lugares que acolheu os primeiros povoadores da ilha do Faial.

Com a publicação desta fotografia ESCREVI.BLOG dá seguimento à rubrica FAIAL DESENHADO iniciada na passada sexta-feira, 5 de fevereiro. |X|

Souto Gonçalves texto