COVID-19. Variante brasileira

Caso no Pico é suspeito e está a ser analisado no Instituto Ricardo Jorge

Fotografia de Esmeralda Rosa


O facto de um indivíduo estar infectado com a COVID-19 e ser oriundo de um país onde existem outras estirpes do novo coronavírus leva a que a respetiva colheita para análise seja enviada ao Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge com o objetivo de determinar a natureza da amostra.

O caso positivo ativo que presentemente ocorre na ilha do Pico tem proveniência do Brasil e, portanto, foram realizados os procedimentos de modo a que o Instituto Ricardo Jorge analise a situação.

Neste momento não é possível prever o tempo que vai demorar a avaliação do Instituto Ricardo Jorge.

A mutação constante do SARS-CoV-2 é um dado adquirido, o que significa que irá acontecer ao longo do tempo. |X|

SOUTO GONÇALVES TEXTO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s