OBITUÁRIO. José Lucas da Silva

No passado dia 26 de março faleceu, no Hospital da Horta, aos 92 anos de idade, José Lucas da Silva [na fotografia, abaixo, com direitos reservados].

O “Dr. Lucas”, como era conhecido, foi uma figura marcante do Liceu Nacional da Horta, depois Escola Secundária da Horta e atualmente Escola Secundária Manuel de Arriaga.

Licenciou-se em geografia e lecionou longos anos esta disciplina e ainda matemática e introdução à antropologia cultural.

Frequentou os Liceus Luís de Camões e Passos Manuel, em Lisboa, onde chegou a ser docente.

Natural da freguesia das Angústias da cidade da Horta, nascido a 18 de agosto de 1928, era uma figura simpática, tendo granjeado na sociedade faialense grande popularidade.

Enquanto professor, aliava ao perfil de dedicação ao seu múnus, que a sua bata impecavelmente branca simbolizava, uma permanente predisposição para o humor. São inúmeras as estórias contadas por alunos seus, quase sempre com final hilariante.

Também entraram para o anedotário clássico faialense os episódios que protagonizou na capital portuguesa enquanto lá viveu.

A imagem de “bon vivant” a ele associada, que a franca e estrepitosa gargalhada e voz grave confirmavam em qualquer ambiente em que a sua presença notória naturalmente se impunha, evidenciava-se, por exemplo, quando, já reformado, aparecia na padaria, pela manhã, o que era logo motivo de provocação, porque havia sempre alguém que “entrava” com ele para desfrutar do seu espírito folgazão.

Manteve um permanente aspecto jovial, mesmo depois dos anos já lhe pesarem. Era um amante da columbofilia e foi um exímio jogador de “ping-pong”. |X|

|| SOUTO GONÇALVES texto

Semana do Mar cancelada

Os maiores festejos da ilha do Faial, pioneiros das festas de verão dos Açores, não se realizarão no corrente ano, depois de cancelados em 2020 e de também terem sido interrompidos em 1998, ano do terramento de 9 de julho

O presidente do Câmara Municipal da Horta já tinha aberto caminho para o cancelamento da 43.ª Semana do Mar, que se realizaria em 2021. Na última sessão da Assembleia Municipal da Horta, há cerca de um mês, José Leonardo [na fotografia, com direitos reservados] disse que os festejos só teriam lugar se mantivessem o seu tradicional modelo, acrescentando que se assim não fosse poderia haver alguma iniciativa, mas com outro nome.

Hoje veio a confirmação, através de um comunicado do serviço de imprensa do município, informando que foi tomada “a decisão de não promover a realização de 10 dias de festejos, no mar e em terra, associados à Semana do Mar, devido ao risco elevado de transmissão da infeção pela COVID-19”.

A decisão agora anunciada acontece depois de ouvidas as entidades ligadas à organização do evento e após um encontro dos municípios do Triângulo dos Açores, que acordaram o cancelamento dos grandes eventos do verão.

“A indefinição que existe, no momento, no que concerne ao evoluir da pandemia, bem como aos atrasos verificados na implementação do plano de vacinação, que torna a situação pandémica ainda instável para garantir a segurança da realização de um evento com as características da Semana do Mar” são as razões que suportam o cancelamento dos festejos.

O presidente do município reitera que “só tem sentido realizar a Semana do Mar se ela for de facto aquilo que os faialenses e todos os que procuram [o Faial] nesta altura reconhecem como um grande evento náutico, desportivo e cultural, que tem um figurino muito próprio há 45 anos e um estatuto a defender”.

Estas palavras confirmam o que José Leonardo já dera a entender na sessão da assembleia municipal atrás referida e que o deputado municipal da CDU José Decq Mota apoiou, sublinhando ser contra “uma caricatura” da Semana do Mar.

De qualquer maneira o vazio deixado pela Semana do Mar será colmatado uma vez que José Leonardo afirma que “é importante não deixar adormecer a cultura, mesmo em período de pandemia”. Já se está a trabalhar “numa programação cultural, adaptada à realidade pandémica, que preencha o calendário de Verão”, anunciou o autarca.

O presidente do município faialense adiantou, entretanto, que “as verbas previstas no orçamento da câmara municipal para a Semana do Mar serão canalizadas para reforço do Fundo de Dinamização Empresarial, criado no início da pandemia para apoio às empresas; para a o Fundo de Recuperação da Rede Viária Municipal, para permitir reforçar os investimentos em curso na requalificação da rede viária do concelho e para a cultura”. |X|

|| SOUTO GONÇALVES texto

DOMINGO À NOITE

RESUMO NOTICIOSO DA SEMANA

|| SOUTO GONÇALVES texto


SEG. 22 MAR. 2021

ÁGUA. Câmara Municipal da Horta moderniza leituras e reduz perdas.


TER. 23 MAR. 2021

AUTÁRQUICAS. Ricardo Soares na calha para a câmara da Horta pelo PSD.

“AVENTUREIROS”. “Green Dragon”, com 21 metros de comprimento.


QUI. 25 MAR. 2021

“AVENTUREIROS”. “Icon”, com 67 metros de comprimento.

“AVENTUREIROS”. “Yam 2”, com 38 metros de comprimento.


DOM. 28 MAR. 2021

FAIAL DESENHADO.


Nesta semana ESCREVI.BLOG publicou 6 artigos. |X|

FAIAL DESENHADO # 7

O “complexo” de Porto Pim (a praia, o castelo de São Sebastião, o reduto da patrulha, o Monte Queimado, o Monte da Guia, a Fábrica da Baleia, a casa dos Dabney, o miradouro da lira, o casario que borda a tanquilíssima baía e, por fim, a atmosfera que lá se respira) é, sem dúvida nenhuma, um dos quadros mais belos que a natureza compôs nestas ilhas, sem se esquecer do Pico, como tela. Muitos anos abandonado, felizmente houve a clarividência de ir fazendo a sua reabilitação, que reclama uma conservação permanente, a que todos estamos obrigados, se quisermos que um pôr-do-sol dali desfrutado continue a ser um dos momentos em que nos sintamos mais perto do céu! |X|

|| RUI BETTENCOURT fotografia | SOUTO GONÇALVES texto

FAIAL DESENHADO: Atento à sensibilidade artística revelada por Rui Bettencourt, ESCREVI.BLOG propôs-lhe a publicação de alguns dos seus trabalhos fotográficos, em que capta uma multiplicidade de aspectos, nomeadamente paisagísticos e arquitetónicos, da cidade da Horta e lhes dá um tratamento gráfico a sugerir o desenho a preto e branco.

“AVENTUREIROS”

|| JOSÉ MACEDO fotografia

“AVENTUREIROS” é uma rubrica de registo da chegada de iates ao porto da Horta a partir das publicações do fotógrafo José Macedo, que, através do Facebook, faz um acompanhamento diário do movimento de “aventureiros” (designação pela qual, no passado, este tipo de embarcação era conhecido na Horta).

“AVENTUREIROS”

|| JOSÉ MACEDO fotografia

“AVENTUREIROS” é uma rubrica de registo da chegada de iates ao porto da Horta a partir das publicações do fotógrafo José Macedo, que, através do Facebook, faz um acompanhamento diário do movimento de “aventureiros” (designação pela qual, no passado, este tipo de embarcação era conhecido na Horta).

“AVENTUREIROS”

|| JOSÉ MACEDO fotografia

“AVENTUREIROS” é uma rubrica de registo da chegada de iates ao porto da Horta a partir das publicações do fotógrafo José Macedo, que, através do Facebook, faz um acompanhamento diário do movimento de “aventureiros” (designação pela qual, no passado, este tipo de embarcação era conhecido na Horta).

AUTÁRQUICAS. Ricardo Soares na calha para a câmara da Horta pelo PSD

Jornal Incentivo avança, em primeira mão, com o nome escolhido para liderar a candidatura social-democrata nas próximas eleições autárquicas no município faialense

Embora o PSD do Faial se encontre em pleno processo eleitoral para a eleição dos próximos titulares dos órgãos de ilha do partido, marcada para 9 de abril e a quem caberá as definições sobre as autárquicas de 2021, o jornal Incentivo garante, na sua edição da manhã de hoje, que o presidente da comissão política já escolheu o cabeça-de-lista à câmara da Horta.

Trata-se, segundo o matutino, de Ricardo Soares, uma personalidade ligada à banca, atualmente quadro do Santander. O periódico assinala que Soares “não tem qualquer trabalho político conhecido, embora sejam conhecidas as suas simpatias pelo Partido Social Democrata” e sublinha, duas vezes, que não é natural do Faial, adiantando, embora, que vive nesta ilha, onde desenvolve projetos empresariais.

O Incentivo, que não cita explicitamente nenhuma fonte do partido, considera o envolvimento de Ricardo Soares nas autárquicas uma “surpresa”, “uma vez que era esperada a candidatura [à câmara] de Carlos Ferreira, dentro e fora” do PSD, explicando que este deputado eleito pelo Faial venceu os dois últimos atos eleitorais para o parlamento.

A revelação do nome de Ricardo Soares é, ainda, mais surpreendente porque, conforme referido no início deste texto, o PSD-Faial encontra-se em processo eleitoral interno, o que pode conduzir à renovação da atual direção, que, assim, vai herdar a decisão mais importante do processo autárquico que é a escolha do cabeça-de-lista à Câmara Municipal da Horta. |X|

|| SOUTO GONÇALVES texto | Fotografia: Fac-símile da 1.ª página do jornal Incentivo

ÁGUA. Câmara Municipal da Horta moderniza leituras e reduz perdas

Acabar com a cobrança da água por estimativa é um dos objetivos do investimento superior a 30 mil euros em 199 equipamentos de telemetria no Faial

O sistema de telemetria permite efetuar leituras automáticas, deixando de ser necessário recolhê-las ou fornecê-las, uma vez que são transmitidas, automaticamente, pelo próprio contador, explica uma nota informativa do serviço de imprensa do município da Horta sobre a instalação de equipamentos que agilizam o serviço de abastecimento de água na ilha do Faial.

Este avanço tecnológico permite faturar sem estimativas, o que significa que os consumidores passarão a pagar apenas o que gastarem, não havendo lugar a acertos, adianta a mesma nota.

Para além do mencionado, haverá uma redução de perdas do precioso líquido uma vez que “a telemetria permite uma melhoria da fiabilidade do balanço hídrico”, acrescenta o referido texto, visto que os contadores “inteligentes” favorecem uma “intervenção mais rápida, bem como o acompanhamento da eficácia das soluções adotadas”.

Também será possível, através destes contadores “inteligentes”, “traçar um perfil” do respetivo horário, cuja informação dará lugar à melhoria do “planeamento dos ciclos de produção, armazenamento e transporte de água”, sublinha o comunicado emitido pelo município.

Sobre esta medida o presidente da câmara municipal disse que é “uma inovação significativa” [na fotografia, da Câmara Municipal da Horta, José Leonardo observa equipamentos já instalados].

Até agora foram colocados 19 contadores “inteligentes” no bloco de apartamentos da Rua Monsenhor José de Freitas Fortuna, 36 no Bairro Capitão Moreira de Carvalho e 18 em moradias particulares cujos contadores são de difícil acesso. Seguem-se outras monstagens por todo o concelho. Este investimento ascende a 30.729 euros e resultou de uma candidatura a apoios da ERSARA (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos dos Açores), que atingiram 80% do total que foi aplicado. |X|

|| SOUTO GONÇALVES texto

DOMINGO À NOITE

RESUMO NOTICIOSO DA SEMANA

|| SOUTO GONÇALVES texto


SEG. 15. MAR. 2021

EVACUAÇÃO. Doente transportado do Corvo para o Faial.


QUA. 17 MAR. 2021

COVID-19. Pico sem casos positivos ativos.

OBITUÁRIO. José Teixeira.


QUI. 18 MAR. 2021

“AVENTUREIROS”.

NAUFRÁGIO. Encontrados após três semanas numa balsa.


SEX. 19 MAR. 2021

Eleições autárquicas no horizonte.


SÁB. 20 MAR. 2021

Lúcio Rodrigues sucede a José Decq Mota no Clube Naval da Horta.

A primavera começou!

João Bettencourt eleito para dirigir o PS no Faial.


DOM. 21 MAR. 2021

“AVENTUREIROS”.


Nesta semana ESCREVI.BLOG publicou 10 artigos. |X|