INFORMAÇÃO, SOCIEDADE

NAUFRÁGIO. Encontrados após três semanas numa balsa

Embarcação foi rebocada para o fundeadouro do porto das Velas. A bordo, dois tripulantes e quatro indivíduos recolhidos perto das Canárias

Uma avaria no motor obrigou o “skipper” de uma veleiro de nacionalidade sueca a pedir auxílio quando se encontrava ao largo da ilha de São Jorge. Durante a operação de socorro, da responsabilidade da Polícia Marítima e conjugada com a Portos dos Açores, iniciada após o alerta, pelas 7h30 de hoje, foi realizado o reboque do iate para o fundeadouro do porto das Velas da ilha de São Jorge.

A embarcação, com dois tripulantes a bordo, transportava também quatro náufragos, que “alegadamente” foram “recolhidos de uma balsa onde seguiam há três semanas, a cerca de 700 milhas (cerca 1296 quilómetros) das ilhas Canárias”, segundo a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Aquando do pedido de socorro, dirigido à autoridade portuária das Velas, o “skipper” informou, de acordo com a AMN, que tinha a bordo do veleiro quatro náufragos: dois de nacionalidade senegalesa, um de nacionalidade cabo-verdiana e um de nacionalidade guineense.

Atendendo à nacionalidade dos tripulantes e dos náufragos o Serviço de Estrageiros e Fronteiras (SEF) entrou em ação, bem como uma equipa médica, que avaliou o seu estado de saúde fez o rastreio da COVID-19. |X|

|| SOUTO GONÇALVES texto | Fotografia: Polícia Marítima

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s