FAIAL TODOS OS DIAS

PADRE JÚLIO FALECEU HÁ SEIS ANOS

Ocorreu ontem o 6.º aniversário da morte de monsenhor Júlio da Rosa, que durante mais de seis décadas foi pároco das Angústias, na Horta

Em 2006 o padre Júlio da Rosa foi distinguido pela Santa Sé com o título de monsenhor | fotografia de Souto Gonçalves (arquivo)

O “padre Júlio”, assim tratado por toda a gente, mesmo depois de se ter tornado monsenhor, devido à longevidade do seu múnus como pároco da freguesia de Nossa Senhora das Angústias (única paróquia que teve a seu cargo) e à sua profícua ação social e cultural, que o popularizaram, nasceu nos Flamengos a 24 de maio de 1924, mas tinha raízes na Praia do Norte, de onde eram naturais os seus pais.

Figura popular em toda a ilha, tornou-se uma pessoa muito estimada, cujo valor intelectual foi e continua a ser reconhecido por todos, tendo-se distinguido como grande conhecedor da história do Faial. Ouvia-se com frequência as pessoas dizerem, quando dúvidas ou perguntas surgiam sobre esse tema, “o padre Júlio é que sabe!”

Entre outras responsabilidades e iniciativas que tomou, foi docente do Liceu Nacional da Horta e, por isso, professor de várias gerações de faialenses, tendo também desempenhado importante papel como diretor do Museu da Horta. |X|

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s