Noite Branca e TVI inebriam faialenses. Saudades do “Fourth July”.

RESUMO DA EDIÇÃO DE SEGUNDA-FEIRA, 4 DE JULHO DE 2022

— Faial vive fim de semana de sonho, com troca de beijinhos mediáticos

— PS do Faial representado no Secretariado Regional

— “Fourth July” do Sporting começou há 83 anos

— Bom tempo com vento fraquinho e aguaceiros

— O “animal político” açoriano perdeu a ferocidade

Um beijinho entre Ferreiras

Não se esperava que o programa do 189.º do aniversário da elevação da Horta de vila a cidade, que encerra nesta segunda-feira com a sessão solene comemorativa no salão nobre do Município, às 18h30 e com um concerto, na marina, pela Orquestra de Música Ligeira da Câmara Municipal da Horta, às 21h30, fosse um teste ao desempenho da vereação, cerca de nove meses depois da respetiva eleição. No entanto, a equipa autárquica liderada pelo presidente Carlos Ferreira elevou a fasquia a uma altura muito exigente e conseguiu ultrapassá-la com sucesso, quiçá tocando-lhe apenas com os calcanhares, o que não foi suficiente para o derrube da barra.

No “barómetro” das redes sociais a inédita no Faial Noite Branca, cujo ponto alto aconteceu no concerto do Largo do Infante na noite do sábado, 2 de julho, com muita calor e emoção, contou com uma generalizada aprovação e congratulação dos “facebookianos”, o mesmo acontecendo com o programa da TVI Somos Portugal, que durante a tarde deste domingo projetou a imagem da baía da Horta na emissão nacional daquele canal televisivo, acompanhada de intervenções de divulgação da realidade local. Mais uma vez os faialenses marcaram presença em número significativo em plena Marina da Horta.

O presidente da Câmara Municipal da Horta recebeu um significativo presente da mediática Cristina Ferreira que, encenando um momento inesperado para a senhora, chamou a mãe do seu homónimo Carlos, enquanto o entrevistava, para o beijinho da praxe. Quem conhece de perto o político e autarca ou acompanha as suas publicações na montra do Facebook diria que aqueles breves minutos foram obtidos a pedido.

A verdade é que o Faial, salvas as exceções que sempre existem e não deixaram de ser expressas, viveu um fim de semana de sonho, que conduz à conclusão de que “os faialenses estão animados” [ + AQUI. ]

Faialenses Lúcio Rodrigues e Tiago Branco na direção regional do PS

O ex-deputado regional eleito pelo Círculo Eleitoral do Faial Lúcio Rodrigues e Tiago Branco, que presentemente se encontra no parlamento exercendo as mesmas funções também por esta ilha, foram eleitos para o Secretariado Regional do PS-Açores, neste fim de semana, durante uma reunião no Porto Judeu, na ilha Terceira, da Comissão Regional, principal órgão do Partido entre os Congressos, na sequência da última reunião magna socialista realizada em maio na Horta. O Secretariado é composto por 22 elementos. Rodrigues e Branco fazem parte, igualmente, do Secretariado da Ilha do Faial. |X|

HÁ 83 ANOS

“FOURTH JULY” COMEÇOU COM FESTA PARA OS CABOTELEGRAFISTAS NORTE-AMERICANOS

Uma investigação do fotógrafo faialense José Manuel Medina Garcia, que prepara uma publicação sobre os primeiros 50 anos do Sporting Clube da Horta, cujo centenário ocorre no próximo ano, atribui a provável origem do famoso “Fourth July”, desaparecido em finais do século passado, a uma festa dedicada aos trabalhadores da companhia de cabos submarinos Western Union no Faial. Por sua vez, José António Martins Goulart, ex-presidente dos “encarnados” da Rua Eduardo Bulcão, considera o evento «a mais participada festa profana do Faial [que] enraizou-se, adquirindo o estatuto de relevante tradição sociocultural da cidade da Horta» a meados do século XX. + AQUI. |X|

METEOROLOGIA

O anticiclone dos Açores está forte e bem posicionado sobre o arquipélago afugentando arreliadores sistemas frontais que trazem instabilidade meteorológica. Antigamente o mês de julho era seguro quanto ao bom tempo, dizendo-se que quem queria subir o Pico devia fazê-lo nesta altura pois havia quase a certeza de poder desfrutar de vistas largas, sem nuvens a tapar o esplêndido nascer do sol que de lá se admira. Mas, com as alterações climáticas que já ninguém pode negar nunca se sabe o que vem a caminho. Talvez por isso, os primeiros dias da nova semana se caracterizem por tempo bom, vento insignificante de noroeste a nordeste, existindo, no entanto, uma leve ameaça de aguaceiros. |X|

DITO E CONTRADITO

«Montenegro é uma espécie de heterónimo político de Passos Coelho.» (Carlos César, Açoriano Oriental) // O “animal político” açoriano, desta vez, perdeu a ferocidade! Passos Coelho, contra tudo e contra todos, ganhou eleições. Curiosamente, o “amigo” António Costa quando dispõe de maioria absoluta, desbarata todo o capital político que acumulou em três escassos meses. |X|

[ texto ] |X|

EDIÇÃO NÚMERO 6 | inQuieto FAZ PARTE DO BLOG escrevi.blog. É UM JORNAL, EM VERSÃO ONLINE, COM EDIÇÕES NUMERADAS, DE UMA SÓ PÁGINA. A SUA PERIODICIDADE É VARIÁVEL. TRATA DE ASSUNTOS RELACIONADOS, PRINCIPALMENTE, COM A ILHA DO FAIAL, PODENDO ALARGAR ESTE ÂMBITO. O ANTETÍTULO À ANTIGA FAIALENSE, EXPLICADO AQUI, SINTETIZA A FORMA DE ABORDAGEM DOS TEMAS E O ESTILO DE ESCRITA ADOTADO NESTE ESPAÇO JORNALÍSTICO. |X|

SEGUNDA-FEIRA 4 JULHO 2022

HOJE

SEG. 4 JUL. 2022 — SEX. 29 JUL. 2022

“Workshops” de Verão, promovidos pela Câmara Municipal da Horta: Pintura Abstrata, de 4 a 8 de julho, das 9 às 12 horas, para crianças dos 6 aos 12 anos, por Mimos, no Banco de Artistas; Cerâmica, de 11 a 15 de julho, das 9 às 12 horas, para crianças dos 6 aos 12 anos, por Lava Studio, no Banco de Artistas; Um doce Verão, 12 de julho, das 16 às 17h30, para crianças dos 6 aos 12 anos, por por Ah! Boca Santa, no Mercado Municipal; Ilustração, de 18 a 22 de julho, das 16 às 17h30, para crianças dos 6 aos 12 anos, por Carina Sousa, no Mercado Municipal; Folclore, de 18 a 22 de julho, das 15 às 16 horas, para adolescentes dos 13 aos 16 anos, por Grupo Folclórico do Salão, no Banco de Artistas; Costura, de 25 a 29 de julho, das 9 às 12 horas, para crianças dos 6 aos 12 anos, por Bord’art, no Banco de Artistas. + AQUI.

EM CURSO

Comemorações do 189.º aniversário da elevação da vila da Horta a cidade, que se prolongam até segunda-feira, 4 de julho. + AQUI.

13.º Curso de Diabetes (atualizações em diabetes), organizado pela Associação de Amigos do Serviço de Medicina do Hospital da Horta, a decorrer no Hotel Azoris Faial Garden. O programa prolonga-se até ao dia 4 de julho.

Está a decorrer o Concurso para a Concessão de Exploração dos Parques de Campismo Municipais do Varadouro e Praia do Almoxarife. O prazo de candidatura termina a 14 de julho. + AQUI.

Período de inscrições para o concurso Rainha da Semana do Mar. Termina no dia 4 de julho.

ATÉ SEX. 29 JUL. 2022 | Nautiférias do Clube Naval da Horta, até 29 de julho. + AQUI.

ATÉ SEX. 22 JUL. 2022 | Férias Ativas promovidas pela Junta de Freguesia da Praia do Norte, com crianças entre os 6 e os 12 anos. As atividades, físicas e lúdicas, decorrem até às 12h30, de segunda a sexta-feira e incluem visitas a instituições, passeios pedestres e piscina.

PROXIMAMENTE

TER. 5 JUL. 2022

18H00 | Iniciativa Construir 2030, no Teatro Faialense, promovida pela Secretaria Regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública e destinada a empresários, empreendedores e a todas as pessoas que pretendam contribuir para uma estratégia de valorização da sua terra, da economia e das empresas. + AQUI.

18H30 | Lançamento do livro de poemas de Cisaltina Martins, em edição da autora, intitulado «Brisas de mar e montanha», na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça.

18H30 | Assembleia Geral extraordinária da Escola Profissional da Horta, no respetivo auditório, para aprovar a adesão à Associação das Escolas Profissionais dos Açores (AEPA).

QUA. 6 JUL. 2022

14H30 | Reunião, na sede da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, na Horta, da Comissão Especializada Permanente de Política Geral.

QUI. 7 JUL. 2022 — QUI. 8 SET. 2022

14H15 | Reunião presencial, na sede da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, na Horta, da Comissão de Inquérito à Operacionalização das Agendas Mobilizadoras.

21H30 | Início das Noites de Verão – INATEL CCD FEST 2022 promovidas pela delegação da Horta da Fundação INATEL (as atuações são sempre à quinta-feira). No Largo do Infante: 7 de julho, 21h30, Sociedade Filarmónica Unânime Praiense; 14 de julho, 21h00, Grupo Folclórico e Etnográfico de Castelo Branco, 21h30, Grupo Folclórico do Salão; 21 de julho, 21h00, Sociedade Filarmónica Recreio Musical Ribeirinhense, 21h30, Sociedade Filarmónica Nova Artista Flamenguense; 28 de julho, 21h00, Tuna e Grupo Folclórico Juvenil dos Flamengos, 21h30, Grupo Folclórico e Etnográfico de Pedro Miguel; 18 de agosto, 21h00, Sociedade Filarmónica Lira e Progresso Feteirense, 21h30, Sociedade Filarmónica Artista Faialense; 25 de agosto, 21h00, Sociedade Filarmónica Euterpe de Castelo Branco, 21h30, Sociedade Filarmónica União Faialense. No mercado municipal: 1 de setembro, 21h00, Grupo de Etnografia e Folclore AJA Baile, 21h30, Grupo de Chamarritas das Angústias; 8 de setembro, 21h30, Grupo de Cantares Ilha Azul.

QUI. 7 JUL. 2022 — SEX. 15 JUL. 2022

18H30 | Festa de Nossa Senhora do Carmo, na cidade da Horta. + AQUI.

SEX. 8 JUL. 2022 — SÁB. 9 JUL. 2022

Torneio de voleibol de praia, na zona balnear, integrado no Dia da Freguesia de Castelo Branco, nos seguintes escalões: 4 x 4 misto 10 – 14 anos; 2 x 2 feminino + 15 anos; 2 x 2 masculino + 15 anos. A prova é organizada pela Junta de Freguesia de Castelo Branco, Castelo Branco Sport Clube e Associação de Desportos da Ilha do Faial. As inscrições terminam na quarta-feira, 6 de julho.

SÁB. 9 JUL. 2022

Festa do União Vulcânico Futebol Clube. + AQUI.

SÁB. 9 JUL. 2022 — DOM. 10 JUL. 2022

9H00 | Regata Horta – Velas – Horta, para barcos da classe cruzeiro, 1.ª perna. + AQUI.

DOM. 10 JUL. 2022

10H00 | Regata Horta – Velas – Horta, para barcos da classe cruzeiro, 2.ª perna. + AQUI.

14H00 | Faial Bimmer Meeting, (2.º Encontro de BMW da Ilha do Faial), campo de futebol da Feteira. + AQUI.

SÁB. 16 JUL. 2022 — DOM. 17 JUL. 2022

21H00 | Império da Cruz da Portela. entrega das coroas aos irmãos. O programa prossegue amanhã. + AQUI.

DOM. 17 JUL. 2022

10H00 | Império da Cruz da Portela: saída da coroa Velha de casa da irmã Marta Duarte, na Rua das Courelas, seguindo em cortejo para a casa da irmã Cláudia Madruga, no porto da Feteira, de onde sairá a coroa Nova, com acompanhamento da Filarmónica Lira e Progresso Feteirense e dos foliões da freguesia para a igreja do divino Espírito Santo, seguindo-se, pelas 11h30, missa em louvor do Divino Espírito Santo, com coroações e benção do pão; às 20h30 arraial abrilhantado pela Filarmónica Lira e Progresso Feteirense com petiscos, arrematações e quermesse. + AQUI.

SÁB. 23 JUL. 2022

15h00 | Encontro de jogos tradicionais, no Largo do Infante, organizado pela Fundação INATEL.

17h00 | Chamarritas, no Largo do Infante, com organização da Fundação INATEL.

SÁB. 30 JUL. 2022 — DOM. 31 JUL. 2022

21H30 | Início da festa “Entre Cedrenses“. + AQUI.

SEX. 5 AGO. 2022 — DOM. 14 AGO. 2022

Semana do Mar. + AQUI.

2023

Ultra Blue Island by Azores Trail Run. + AQUI.

O “Fourth July” era hoje…

Há um bom par de anos, neste dia 4 de julho, Dia da Independência dos Estado Unidos da América e feriado nacional naquele país, a «mais participada festa profana» da ilha do Faial atraía todas as atenções. Agora, só a nostalgia das gerações antigas celebra o acontecimento [fotografia com direitos reservados].

«O “4th of July” [ou “Fourth July”, segundo um anúncio da imprensa faialense] decaiu a partir do momento em que os luso-americanos começaram a preferir a Semana do Mar.» Esta frase, extraída de um comentário no Facebook de Alzira Luís, cidadã atenta ao desenrolar da nossa vida social e cultural e figura emblemática e histórica de uma das coletividades mais prestigiadas do Faial, o Clube Naval da Horta, interpreta o momento da queda, após a ascensão e consolidação da «mais participada festa profana» da nossa ilha, no dizer de José António Martins Goulart, antigo presidente do Sporting Clube da Horta (1981-83) e filho do popular médico António Sebastião Goulart, também ele figura máxima do Clube da Rua Eduardo Bulcão, a cuja direção presidiu por três vezes.

O “4th of July” / “Fourth July” não escapou à voragem de uma moda, justificando o seu percurso (entre 1939 e, provavelmente, a primeira metade da década de 90 do século passado) o emprego do título do célebre soneto do vate, Luís Vaz de Camões, «Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades», aliás de acordo com o que assinalou Alzira Luís.

O “Fourth July” permanece, no entanto, no imaginário das gerações com mais de meio século de vida e, ciclicamente, sobretudo agora que as redes sociais permitem a partilha de fotografias, surgem, por esta altura, saudosas referências às inesquecíveis noites passadas no polidesportivo sportinguista a abarrotar de gente, sob o lema fixado no cimo da bancada de cimento: Hoje e Sempre Sporting!

Martins Goulart recorda a Escrevi.blog que a meados da década de 80 do século passado, na vigência do seu mandato como presidente do Sporting da Horta, «o “4th of July” ainda era celebrado com lotação máxima na esplanada» do Clube e conta que «por doença dos “bilheteiros” habituais (os saudosos Sr. Vieira e o sr. Paulino)», teve que acudir ao “guichet” da venda das entradas, juntamente com a sua mulher: «Nesse ano, bateu-se o recorde de receitas que ultrapassou os 1.330 contos», qualquer coisa superior a 6.500 euros.

José Manuel Medina Garcia, reputado fotógrafo faialense que segue a senda familiar e se interessa pela investigação histórica, tendo já publicações em que as imagens predominam, diz a Escrevi.blog que «a primeira referência a este evento aparece no ano de 1939, possivelmente dedicada aos americanos trabalhadores da companhia Western Union». José Manuel Garcia assegura que «houve sempre festejos no Sporting a 4 de julho, mas só em 1947 aparece novamente a palavra “americanos”, para mais tarde, em 1952, na presidência de Manuel Lacerda, já se encontrar o anúncio [na imprensa faialense, na imagem] com referência “4th July”».

Por sua vez, Martins Goulart chama a atenção para o livro intitulado «Sporting Club da Horta – Subsídios para a Sua História», de Carlos Lobão, onde se lê que «foi a 4 de Julho de 1947 que se realizou a primeira “festa dedicada aos patrícios residentes nos E. Unidos da América do Norte e que se encontram de visita ao Distrito. Atuação da orquestra “Copacabana”». Este presidente “encarnado” lembra também que a fadista faialense, de Castelo Branco, hoje residente na Califórnia, Cidália Maria (a “Amália açoriana”), abrilhantou a festa no ano de 1957, pouco tempo antes de emigrar em consequência do Vulcão dos Capelinhos. «A partir desse ano, a mais participada festa profana do Faial enraizou-se, adquirindo o estatuto de relevante tradição sociocultural da cidade da Horta», sublinha este professor universitário em cujo mandato à frente do Sporting Simone de Oliveira foi estrela do “Fourth July”, no ano de 1982. A atuação da consagrada cantora teve apresentação de Renato Leal, bem como o restante programa, que depois emergiu como apresentador de sessões e espetáculos, circunstância que potenciou a sua popularidade, granjeada entre os estudantes enquanto professor do ensino secundário. Poucos anos depois (1989), foi eleito presidente da Câmara Municipal da Horta, o que não poderá ser dissociado da notoriedade alcançada como homem de palco, com um vozeirão inigualável.

Martins Goulart evoca a «festa maior do Sporting» e os sportinguistas que exerciam a presidência do Clube enquanto o acontecimento ocorreu: João Pinheiro da Silva (1947), Manuel Francisco da Silveira (1957-60), Manuel Lacerda Goulart da Silva (1961-63), Luís Pinheiro dos Santos (1964), Raimundo Rodrigues Garcia de Lemos (1965-67), José Victor Fraião Alves (1968), Gilberto Vieira da Silva (1969-70), Valdemar Dias Simões (1971), João Balixa Baptista (1972), António Augusto de Sousa Guimarães (1973), António Sebastião Goulart (1974), Comissão de Gestão constituída por António Sebastião Goulart, Leonel Silva, Milton Vaz, Hermínio Pinheiro, Hermínio Freitas, Luís Morais e Urbano Simas (1975-76), Cândido Gonçalves Capaz (1976-78), José Amorim Faria de Carvalho (1978-80), António Sebastião Goulart (1980-81), José António Martins Goulart (1981-83), Hélder Medina da Silva (1983-84), Mário Francisco Gregório (1984-85), Fernando Nóbrega (1985-87), Manuel Fernando Ramos de Vargas (1987-88), João Pedro Terra Garcia (1988-90), José Manuel Brum Fontes (1990-91), Hermínio Freitas (1991-92) e Raul Manuel Lima Dutra Goulart (1992-94). |X|