WANDA PERTO DAS FLORES E CORVO

Confirmando as sucessivas previsões anunciadas nos últimos dias, a tempestade tropical Wanda, que tem evoluído no Atlântico Norte a oeste do arquipélago dos Açores, mantém-se ao largo das ilhas, já com um aspecto de decomposição.

O prognóstico do Windguru para as 15 horas de hoje [na imagem] mostra que o centro da Wanda se encontrará a noroeste do Grupo Ocidental, com rajadas de vento que não chegarão a 100 km/h.

CHUVA E TROVOADA A CAMINHO

Arquipélago dos Açores sob aviso amarelo de mau tempo. Grupo Central em alerta a partir das 18 horas deste domingo

Depois de, a meio da semana finda, o Faial ter sido fustigado por fortes chuvadas e uma trovoada intensa, ainda que breve, o mesmo quadro meteorológico poderá repetir-se, com início ao fim da tarde de hoje, de acordo com a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Um aviso do IPMA já está em vigor (desde a meia-noite) nas Flores e no Corvo (Grupo Ocidental) e amanhã à tarde abrangerá São Miguel e Santa Maria (Grupo Oriental). O mau tempo vai passar pelas ilhas do Faial, Pico, São Jorge, Graciosa e Terceira (Grupo Central) durante cerca de 24 horas (entre as 18 horas deste domingo e as 20 horas de segunda-feira), trazendo consigo “precipitação por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada”, conforme anuncia o IPMA.

Na passada quarta-feira, recorde-se, choveu intensamente no Faial e uma forte trovoada abateu-se sobre esta ilha provocando cortes de energia elétrica e danificando eletrodomésticos.

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO

O IPMA, para hoje, domingo, 10 de outubro de 2021, prevê períodos de céu muito nublado com abertas, tornando-se encoberto; períodos de chuva por vezes forte a partir da tarde; condições favoráveis à ocorrência de trovoada a partir da tarde e vento sueste moderado a fresco (20/40 km/h) com rajadas até 50 km/h, rodando para sul.

Para amanhã: céu geralmente muito nublado; períodos de chuva por vezes forte, passando a aguaceiros para o fim do dia; condições favoráveis à ocorrência de trovoada e vento sul bonançoso a moderado (10/30 km/h), rodando para oeste para o fim do dia. |X|

| Fotografia de arquivo, com direitos reservados

452 evacuações em 2020

Aeronaves da Força Aérea Portuguesa (FAP) efetuam evacuações a partir dos aeroportos dos Açores, nomeadamente do aeroporto da Horta fotografia de arquivo (2018) da FAP


Durante o ano findo a Força Aérea Portuguesa (FAP) realizou entre as ilhas dos Açores 302 missões relacionadas com evacuações aeromédicas.

Com o mesmo objetivo, ou seja, assegurar o transporte de doentes com carácter de urgência, foram realizadas 61 operações entre os arquipélago e Portugal continental.

Somando, foram 363 missões nos Açores e da região para fora.

Em 2020 as aeronaves implicadas nas missões em causa voaram com este objetivo específico 870 horas (582 entre ilhas e 288 entre os Açores e o continente).

Foram alvo de transporte médico entre janeiro e dezembro do ano passado 383 doentes, deslocados entre as ilhas, mais 69 do arquipélago para o território continental.

O total entre ilhas e para o continente ascendeu a 452 evacuações.

A FAP utiliza nas missões referidas três esquadras: “Pumas” (helicópteros), “Elefantes” (aviões de transporte) e “Linces” (jactos). |X|

SOUTO GONÇALVES TEXTO