INFORMAÇÃO, SOCIEDADE

Ambiente. Mais cedros nos charcos de Pedro Miguel

Chuva tem favorecido os charcos fotografia de João Melo

Plantação de 800 pés em dois dias numa ação de conservação da natureza levada a cabo pelo Parque Natural da Ilha do Faial (PNIF)

SOUTO GONÇALVES TEXTO

No ano de 2012 alunos das escolas do Faial participaram numa plantação de cedros nas margens dos charcos de Pedro Miguel. Nove anos depois, nesta sexta-feira, o PNIF, que é responsável pela gestão daquele lugar, iniciou uma nova plantação. Foram 400 plantas hoje [na fotografia, de João Melo] e serão mais 400 na próxima segunda-feira. No final, dois milhares de cedros, contando com a plantação inicial.

O diretor do PNIF disse a ESCREVI.BLOG que esta iniciativa insere-se na atividade normal de conservação da natureza que cabe àquele organismo. João Melo explicou que, no caso em apreço, o objetivo da plantação é “tentar replicar um habitat típico de média altitude” do Faial. Os cedros que existem na Caldeira são um exemplo dessa característica observada na vegetação da ilha. |X|

Standard